Novidades no site
Visitantes

Temos 7 visitantes e Nenhum membro online

Visitas
Hoje15
Ontem31
Esta semana72
Este Mês109
Estatística
Leituras:
95024

Início

Publicado em 01.01.16 Escrito por Fabio Bearzi
Imprimir E-mail

D de Destino (Almir Sater e Renato Teixeira)

 

A cigana sorriu com seus dentes de ouro e leu minha sorte

Linhas na palma de mão para sempre serão meu passaporte

Minha mãe me falou sobre a cruz de Jesus suas chagas seus cortes

E o meu pai me entregou seu facão Guarani e apontou para o norte

Categoria: Livre
Acessos: 2143
Publicado em 15.12.15 Escrito por Fabio Bearzi
Imprimir E-mail

Óia só cada belezura de viola?

Tampo de Pinho e Caviuna. Clique alí do lado que tem muito mais violas para ver...

 

Categoria: Livre
Acessos: 2181
Publicado em 06.12.14 Escrito por Fabio Bearzi
Imprimir E-mail

A gente vai se interessando por novos assuntos e se depara sempre com curiosidades que eu não poderia deixar de compartilhar com vocês. No livro "Madeira: Uso e Conservação" de Armando Luiz Gonzaga, descobri algumas preciosidades sobre madeiras que seguem abaixo.

No tempo do Brasil Colônia, as madeiras destinadas à estratégica construção naval eram protegidas por lei ou "ordenações do reino" e por decretos dos governadores. Até o início do século 19, convém lembrar, todos os navios eram de madeira e praticamente todo o transporte de cargas e pessoas era fluvial ou marítmo.

Então madeira de lei eram as madeiras que não podiam ser cortadas para uso comum e estavam reservadas para a construção de navios, matéria de interesse do Estado!!!

Outra coisa interessante que li foi a etimologia do nome da árvore Guarapuvu. GuarapuvuGuarapuvu, ou Guapuruvu, como eu costumava falar, é a famosa ficheira, que tem suas semente envoltas por uma membrana e quando estas sementes (que parecem fichas de pebolim) caem lá de cima despencam como se fossem um helicóptero, pois elas caem girando. Além disto, esta árvore produz uma flor amarela que deixa o chão totalmente coberto de pétalas amarelas na época da sua florada. Eu me interessei bastante por esta madeira porque, desde criança, ouço falar que esta madeira não presta

Categoria: Livre
Acessos: 2920
Publicado em 23.03.14 Escrito por Fabio Bearzi
Imprimir E-mail

Um violão e Quatro Gerações

Como as coisas são incríveis! Certo dia passei na casa de minha avó e vi com muita surpresa a foto de minha bisavó tocando violão. Eu sempre escutava ela falando que tocava violão, e sempre que eu prestava atenção pegava ela estava cantarolando aquelas canções da época passada. Mas eu nunca tinha internalizado esta idéia dela com um violão na mão. Foi então, que eu me dei de frente com aquela foto impressionante dela com o violão no colo fazendo um dó maior numa pose da época.

Categoria: Livre
Acessos: 4446
Publicado em 12.03.13 Escrito por Walter Ogama
Imprimir E-mail

MÚSICA

Estranha mania de fazer música boa

Criatividade, talento e a viola caipira de um cambeense devolvem a qualidade roubada pelo som vendido pela indústria fonográfica.

Cuidado! Um pisão de pé torto na beirada do barranco pode levar ao descaminho. Zonzo da queda no princípio, aos poucos a consciência retorna, reforçada, e leva à razão. Ponteios de Viola dispensa histerias. Quem ouve é tocado, assimila e sente. Nas mãos de um artista criativo e talentoso o instrumento chora e faz chorar.

Categoria: Livre
Acessos: 6297
Publicado em 02.09.12 Escrito por Fabio Bearzi
Imprimir E-mail

CD - Ponteios de Viola

DISPONÍVEL PARA ENTREGA

 

Agora disponível para download

Envie seu endereço de e-mail para

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(ou clique em Contato no menu)

Terei o maior prazer em atender sua solicitação

Categoria: Livre
Acessos: 6213